25.10.07

Do piorio


A música popular é pródiga em cuspir cançonetas que, de tempos a tempos, e desafiando qualquer lei racional, se transformam em monumentais êxitos. Tão monumentais que não nos conseguimos livrar da sua memória, por mais tempo que passe, como uma má recordação que insiste em nos bater à porta. O bombardeamento de que fomos alvos por parte destes bacamartes, através das ondas hertzianas e dos canais de TV, fruto das políticas de programação, das manigâncias das editoras e de insanidade sasonal generalizada, assegura a todas estas peças um lugar no panteão internacional do pechisbeque. É normal que haja na listagem uma preponderância das épocas de 80 e 90, tendo em conta a minha vivência, mas penso que falarei por quase toda a gente quando coloco estas 50 canções entre as mais enervantes jamais paridas. De qualquer forma, e a bem da democracia do gosto, existe escolha múltipla. Se quiserem, acrescentem.


Categoria: Não Havia Necessidade

“If You Tolerate This Your Children Will Be Next”, Manic Street Preachers
“Creep”, Radiohead
“It’s a Sin”, Pet Shop Boys
“The Drugs Don’t Work”, The Verve
"Killing Me Softly”, Roberta Flack
"Rat In My Kitchen”, UB40
“Um Dia de Domingo”, Gal Costa
“Imagine”, John Lennon
“What a Wonderful World”, Louis Armstrong
“Scandalous”, Prince feat. Kim Basinger

Categoria: Enterrem-nos Vivos

“You’re Beautiful”, James Blunt
“Candle In The Wind”, Elton John
“I Will Survive”, Gloria Gaynor
“The Power of Love”, Jennifer Rush
“My Heart Will Go On”, Celine Dion
“I Will Always Love You”, Whitney Houston
“Unbreak My Heart”, Toni Braxton
“Still Loving You”, Scorpions
“Livin' On A Prayer”, Bon Jovi
“Everything I do (I do it for You)”, Bryan Adams

Categoria: What the fuck?!...

“The Final Countdown”, Europe
“Barbie Girl”, Aqua
“Who Let The Dogs Out?”, Baha Men
“Don't Want No Short Dick Man”, CJ Gee
“Boys (Summertime Love)”, Sabrina
“Believe”, Cher
“Macarena”, Los Del Rio
“Girl, You Know It's True”, Milli Vanilli
“Saturday Night “, Whigfield
“Ghostbusters”, Ray Parker Jr.

Categoria: Tony Carreira Internacional

“The Lady In Red”, Chris de Burgh
“Feelings”, Morris Albert
“Hello”, Lionel Richie
“Heartbeat”, Don Johnson
Nothing’s Gonna Change My Love For You”, Glenn Medeiros
“When a Man Loves a Woman”, Percy Sledge
“How Am I Supposed To Live Without You”, Michael Bolton
“Do Ya Think I'm Sexy?”, Rod Stewart
“In The Air Tonight”, Phil Collins
“Right Here Waiting”, Richard Marx

Categoria: Não Há Royalties Que Lhes Valha

“I Should Have Known Better”, Jim Diamond
“My Favorite Waste of Time”, Owen Paul
“When Will I Be Famous”, Bros
“So Macho”, Sinitta
“Eye of the Tiger”, Survivor
“Ice, Ice, Baby”, Vanilla Ice
“Can’t Touch This”, MC Hammer
“Please Don’t Go”, KWS
“The Only Way Is up”, Yazz
“What’s Up”, 4 Non Blondes

2 comentários:

Ridwan disse...

Crazy Frog
Eiffel 65-Blue
Wham!-Wake Me Up Before You Go-Go
Modern Talking- you're my heart you're my soul
...
“Who Let The Dogs Out?” um dos grandes mistérios da humanidade

João disse...

Eiffel 65! Como me pude esquecer dessa aberração mutante! (crazy Frog está na categoria de toques polifónicos promovidos a canção)

Arquivo do blogue