17.7.07

Queres uma lasca?


“Ouve, as minhas referências podem não ser incrivelmente abrangentes, podem até nem sempre ser as mais oportunas ou tão certeiras quanto as tuas, colhidinhas no momento… Mas estão tão mais bem arrumadas... E além disso o acesso não é óbvio nem repentino, porque está sistematizado. Com denodo, com convicção. Julgas que fazer disso uma dialéctica resistente ao tempo é fácil? Vale o seu peso em ouro! Neste caso, o meu, camarada.”

3 comentários:

Rogério Nuno Costa disse...

vou guardar e usar (com a devida referência) quando surgir a oportunidade. ela virá, tenho a certeza. há uma lista de potenciais vítimas...

abraço,
r.

João disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João disse...

uf. pensava que este desabafo me iria comprometer irremediavelmente.

boa sorte para a luta desigual contra o assistema jurídico português + a retroescavadora burocrática da DGA.

e boa sorte para o atelier.
aguardamos novidades, como sempre.

Arquivo do blogue