17.4.08

Dia 9: Nunca subestimes o poder de uma peruca



Make 'em laugh
Make 'em laugh
Don't you know everyone wants to laugh?
My dad said : "Be an actor, my son. But be a comical one."
They'll be standing in lines for those old honky tonk monkeyshines.
Now, you can study Shakspeare and be quite elite. And you could charm the critics and have nothing to eat. Just slip on a banana peel, the world's at your feet.
Make 'em laugh
Make 'em laugh
Make 'em laugh

A Neuza subiu à cena. E talvez tenha sido um bocadinho demais para mim. Correu bem, mas tenho de concentrar esforços em melhor escrita e menos folie.

("Make'em Laugh", Donald O'Connor)

4 comentários:

rita disse...

Eh! A Neuza que eu vi era morena! Quantas Neuzas há, afinal??

Parabéns à catriz Neuza, no seu dia de aniversário da maturidade. E que bem que ela decora textos profundos!

(os manos M. divertiram-se; se não tivéssemos sido uns adolescentes tesos, teríamos agora um bom espólio de Neuzas ;)

João disse...

Passemos então aos esclarecimentos:

o que tu viste antes foi uma 'Mena' e não uma 'Neuza'. Os textos estavam a ser lidos ao bom velho estilo teleponto (ainda bem que não se notou). O texto 'profundo' deu uma trabalheira a fazer (exercício para o curso - sketch de TV) e as filmagens foram feitas fora d'horas com um telemóvel (lá se vai o 'tesos' - não havia, simplesmente) e a paciência habitual do meu irmão, para apresentação no dia seguinte. Ora aqui está um óptimo exemplo de que nem tudo o que parece é, e muito menos com a leveza inefável que a distância e o desconhecimento deixam transparecer. Não estou chateado, pelo contrário, achei bestial esta dissonância cognitiva.
E ainda bem que gostaste.

rita disse...

ainda bem que não estás chateado, já que não percebeste nada do que escrevi. mas eu explico. só não explico aqui.
gostei, claro!

João disse...

Certo. As minhas desculpas. Cansaço...

Arquivo do blogue