2.3.09

De pessoas e mesas


Obrigado pela visita. Do pior do mundo, que é as pessoas (humanas), vós sois dos que vão para a barca da salvação, quando Darwin reaparecer envolto numa samarra e com um queijo flamengo na mão. Enquanto esta pessoa humana existir, coisa que há para mais um par de anos antes de desistir de fazer sentido, têm vinho e queijo na mesa para vos receber. Pode não haver mais nada, mas que não vos falte leite coagulado e lubrificante social. Bem hajam e vinde mais vezes ver as vistas.

2 comentários:

rita disse...

Petiscos sobre a mesa e fatias de bolo carregadas de natas batidas com açúcar é bom mas para a próxima temos que arranjar maneira de medir auras.

E, Ju, a pessoa humana Darwin, inteligente como é, não apareceria de queijo flamengo na mão quando pode escolher o belo queijo amanteigado de ovelha que se preza de manter a tradição da transumância!

João disse...

"Medir auras"? No thanks. A tua é maior do que a minha, mas no bom sentido (espiritual, cof).

Arquivo do blogue