19.2.09

Alguém explique

É um daqueles casos de entusiasmo por contaminação, e há com certeza muitas e boas razões para tal acontecer, mas eu não consigo perceber o que tem Slumdog Millionaire que tintila o público desta forma. É uma fita de exploração da miséria mais abjecta, enroladinha em superficialidade irresponsável e a disparar fogo de artifício por todos os lados. O argumento é esquemático, os protagonistas têm menos carisma do que os saris e a realização histérica de Danny Boyle faria inveja a Ken Russel, tivesse-se ele lembrado de pôr duas indianas nuas a afagar uma jibóia na latrina. Não sei o que se passou, e se calhar é má vontade minha, mas há muito tempo que um filme não me irritava tanto. A juntar a todo o oportunismo, temático e formal, Boyle ainda nos impinge umas forçadíssimas alusões a Bollywood, que toda a gente compra excepto os indianos. Diz a publicidade que é o “feel good movie of the decade”. Eu cá acho-o candidato a chachada mais opressiva do ano.

4 comentários:

M. disse...

Well, honey, pareces estar... solo:)! Não vi mas ouvi esta manhã... não há nenhum, nem um oscarzinho que lhe concedas:)? E os teus, já agora, vão para...?

João disse...

Sozinho não estou. O Salman Rushdie tem-se fartado de falar mal do filme. É uma boa caução. E depois, os Oscars, who cares?... Em todo o caso, as opiniões...

M. disse...

Em boa companhia, como sempre;)! Vou procurar... Mas também podias abrir um novo espaço no blogue com "Leituras em curso":)!

João disse...

Seria um espaço em branco (excepção feita à tralha do trabalho).

Arquivo do blogue